domingo, 21 de dezembro de 2008

fuga de um beija-flor
















delírios de um beija-flor, vida feliz,
acariciando num beijares tua formosa flor.
paixão: veracidade que eu sempre quis,
nas asas do tempo, pousar no teu amor:


a cada pétala viver teu seio a sorrir.
oh, minha doce amáda, livre da dor...,
eis que em teus sonhos ainda estou.

que nossa canção nunca chegue ao fim,
sempre afinada aos acordes do teu violão,
cheio de linhas, cheio de ondas, meu marfim.

ainda vôo na noite, nessa louca escuridão
buscando teu precioso néctar somente para mim,
e me delirar contigo, tu: meu sim e ... meu não!

Sergio, beija-flor-poeta


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço a sua visita e solicito que deixe seu comentário. para entrar em contato, use o @-mail
acima citado.
Será um prazer contar com suas visitas e comentários futuros.
Se gostastes das Poesias, eu lhe convido a fazer propaganda e passar o link a amigos. Volte sempre e muito obrigado.

Sergio,beija-flor-poeta