quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Menina



Você acorda de manhã,
abre as pálpebras
ainda meia fechadas
pela claridade
do dia nascendo
e um vento suave
corre pelo quarto
seus lábios
cheios de saudades
e desejos de serem
acariciados
ensaiam o primeiro sorriso.

O sol da meia-noite
penumbra sutilmente
unindo as linhas sonóricas
do violao ao violonista
arrancando gemidos
sensuais no plantar
da semente
que te germina:
mulher e flor.

Um beijo especial
assim, todo cheio
de um cerrar dentes
a ponto de te fazer
tremer dentro da péle
semi-nua.

Beijos, mil beijos,
o teu eterno fã.

Sérgio, beija-flor-poeta

Um comentário:

  1. A sensualidade e amor estão sempre presentes em seus poemas. Gosto disto.
    Bjs

    ResponderExcluir

Agradeço a sua visita e solicito que deixe seu comentário. para entrar em contato, use o @-mail
acima citado.
Será um prazer contar com suas visitas e comentários futuros.
Se gostastes das Poesias, eu lhe convido a fazer propaganda e passar o link a amigos. Volte sempre e muito obrigado.

Sergio,beija-flor-poeta